Follow by Email

segunda-feira, 27 de agosto de 2012


Atenção inscritos no Curso sobre Drogas para Educadores de Escolas Públicas

21/08/2012 | 11:21
O Ministério da Educação (MEC) e os demais setores parceiros desta iniciativa (SEB/DICEI/PSE) comunicam que os educadores que se inscreveram no Curso sobre Drogas para Educadores de Escolas Públicas devem confirmar com urgência as suas inscrições por meio do portal oficial do curso.
Ao entrar no portal, basta clicar no link intitulado “Matrícula” e confirmar a inscrição. A recomendação é que não entrem diretamente pela página do Cespe, na qual o caminho para confirmação é mais complicado.
Clique aqui para se informar sobre o curso.
Atenção educador de escola pública! Chegou a hora de confirmar o pedido de inscrição no Curso de Prevenção do Uso de Drogas organizado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) em parceria com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Universidade de Brasília e o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). Dentre os mais de 112 mil professores que realizaram a inscrição, foram selecionados 70 mil que receberão através do e-mail cadastrado uma mensagem eletrônica com as orientações de como realizar a confirmação. A previsão é que as aulas iniciem no dia 3 de setembro.
Tendo em vista que o número de pré-inscrições superou as 70 mil vagas do curso, a SENAD teve que fazer uma seleção dos alunos. Entre os critérios usados estava a localização do educador em um dos 12 estados que já aderiram ao programa até o momento (Alagoas, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Acre, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná e Ceará). Também foi levado em conta o o número de inscritos por unidade educacional e a participação das escolas em programas do Ministério da Educação como o Saúde na Escola e Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas, entre outros.
O Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas é um dos treinamentos previstos no eixo “prevenção”, no âmbito do Programa “Crack, é possível vencer”, lançado em dezembro de 2011. Além da capacitação para profissionais das redes de educação, o programa treinará agentes de segurança pública, Justiça, saúde e assistência social, além de conselheiros e lideranças comunitárias e religiosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário